Uma das etapas mais importantes na gestão de um negócio é o monitoramento de seus concorrentes. Através deste processo é possível prever ações e identificar oportunidades para continuar competitivo. Estudar a concorrência é também uma forma de analisar o potencial do mercado de maneira mais ampla.

Neste artigo, vamos dar algumas dicas de como se manter antenado sobre o que os concorrentes estão fazendo e no fim do texto você poderá colocar as teorias em prática.

Primeiro, é importante identificar quem são seus concorrentes. Lembre-se que existem dois tipos: o concorrente direto, que vende o mesmo produto ou serviço que você. E o concorrente indireto, que não vende o mesmo produto, mas busca pelo mesmo perfil de cliente que você. Por exemplo: Para o Dia das Crianças, o fabricante de bicicletas é concorrente da empresa que comercializa video games. Assim como a casa de câmbio e um cartão pré-pago de viagem competem pelo mesmo consumidor: o turista. Por isso, neste mapeamento, amplie seus horizontes. Pense em todo o processo de tomada de decisão de seu cliente.

 

Feito a lista de concorrentes, é hora de conhecê-los.

Coloque seus sites entre os favoritos, siga-os em suas redes sociais, baixe os aplicativos e assine as respectivas newsletters. Assim você estará informado sobre a cada ação de comunicação realizada. Compre o produto da concorrência. Analise as formas de pagamento disponíveis, o preço praticado, o tempo de entrega, a embalagem e qualidade do produto final. Como um cliente oculto, visite sua loja e peça atendimento para os funcionários. Observe em quanto tempo a Central de Atendimento leva para responder uma reclamação. Verifique as opiniões dos consumidores em sites de avaliação, no Procon ou nas notas do Facebook ou das lojas de aplicativos.

Não esqueça também de observar empresas do mesmo segmento, porém localizadas em outros países. É uma forma eficiente de prever tendências que podem chegar no Brasil.

Aprenda com o concorrente e fortaleça seu negócio

Organize todas estas informações e eleja pontos fortes e fracos. Defina o benchmark, o modelo a ser seguido, e para este competidor, faça um estudo mais detalhado. Use as melhores práticas como exemplo e use as falhas para aperfeiçoar o seu serviço. A partir de então trace seu plano para diferenciar-se no mercado.

Muitas vezes, os empresários podem tomar decisões baseadas na própria percepção do negócio, que em alguns casos pode estar já viciada nos processos internos. Estudar a concorrência é uma forma mais isenta de compreender o mercado, as tendências e os hábitos dos consumidores. Última dica: refaça este estudo com frequência, novos competidores surgem todos os dias.