Aqueles que estão passando pelo processo de profissionalização do seu negócio, logo percebem que uma das maiores necessidades das micro e pequenas empresas é ter uma gestão financeira eficiente, principalmente algum método de pagamentos online. Mas é, também, uma das maiores dificuldades.

Gerir as finanças empresariais é bem diferente de controlar a renda pessoal, pois requer mais disciplina, responsabilidade e até uma certa habilidade com números. Por isso, diversas empresas de pequeno porte optam pela contratação de um sistema de cobrança que possa ajudá-las nesta tarefa.

Contratar uma empresa de pagamentos online tem muitas vantagens, mas como saber qual escolher entre as opções existentes no mercado? Existem alguns fatores que devem ser levados em consideração:

  • Suporte

Antes de mais nada, certifique-se de que a empresa oferece suporte em português. Em seguida, avalie o suporte oferecido para a utilização do sistema; para a resolução de problemas (Exemplo: cliente afirma que pagou mas a transação não consta no sistema) e também o suporte técnico (Exemplo: se a integração do sistema ao seu site não estiver funcionando, em quanto tempo será restabelecida?). Não subestime esse item, pois às vezes o barato pode sair caro!

  • Capacidade do sistema

Em momentos de pico, o sistema é capaz de suportar um grande número de acessos ao mesmo tempo? Verifique quantas transações o intermediador de pagamentos online pode fazer por segundo, assim você saberá que não ficará na mão em situações de grande movimento.

  • Confiabilidade

O bom e velho “QI”! Antes de contratar uma ferramenta, peça indicação para conhecidos ou leia resenhas de outros usuários na internet.

  • Prazo médio de aprovação dos pagamentos

Quanto tempo a empresa demora para aprovar um pagamento? Essa informação é importante pois, caso esse tempo de espera seja muito longo, os clientes podem desistir de fazer negócio com você.

  • Taxa média de reprovação de vendas

Como a empresa de pagamentos online é responsável pela análise de crédito e por evitar fraudes, corre-se o risco de reprovação de vendas. Se esse índice for muito alto, quem sai perdendo é você, então fique de olho.

  • Facilidade de checkout

O checkout precisa ser o mais amigável possível para que o cliente não abandone o carrinho. Se ele cair em uma página de pagamento muito complicada ou que passe a sensação de não ser segura, pode desistir da compra.

  • Transparência na cobrança de taxas e tarifas

Se informe muito bem sobre as tarifas praticadas pela empresa e se, ao longo do tempo, elas permanecerão iguais.

Acreditamos que você vai gostar do que a F2b tem a oferecer. Vamos conversar? Entre em contato!