Cobrar! O momento mais delicado no relacionamento entre empresas e clientes. Neste artigo vamos dar dicas de como cobrar o seu cliente de maneira educada e eficaz, sem ser chato, para que você receba logo o que foi combinado.

1) Atenda bem!

Parece básico, mas você precisa garantir um trabalho de qualidade para que possa cobrar o seu cliente com segurança. A insatisfação do cliente pode ser um motivo para a falta do pagamento.

2) Condições de pagamento claras e formalizadas

Antes de fechar negócio, formalize as condições de pagamento e peça um “de acordo” de seu cliente. Esse aceite formal pode ser importante caso o cliente questione a cobrança e até mesmo em um processo jurídico. Lembre-se de avisar com antecedência sobre o vencimento de um boleto.

3) Use a tecnologia a seu favor

Na hora de emitir um aviso de cobrança é importante ter cuidado ao contatar seu cliente para não constrangê-lo. Por exemplo, é melhor enviar um SMS do que fazer uma ligação telefônica. Assim você evita de cobrar enquanto o cliente está em uma reunião, ou com a família. Usar ferramentas como SMS e e-mail também garantem que que a informação não chegará à pessoa errada (como um familiar ou outro funcionário). Com a ferramenta da F2b, você pode enviar um SMS antes da data de vencimento e depois, avisando que a cobrança já venceu. Este lembrete ajuda os clientes mais esquecidos e evita atrasos no recebimento. Para boleto atrasados, é possível pela nossa plataforma, enviar por e-mail um link com nova data para pagamento, multa e mora diária, para fazer o pagamento em qualquer banco.

4) Seja curto e objetivo na mensagem

Não use um tom agressivo ou mensagens longas. Criamos aqui um exemplo: “Caro cliente NOME, verificamos que o pagamento referente ao SERVIÇO/PRODUTO ainda não foi realizado. Pedimos que faça o pagamento o quanto antes para normalizar a sua situação. Obrigado, SUA EMPRESA”

5) Esteja aberto a negociações

Seu cliente pode estar passando por um período economicamente difícil. Por isso, esteja aberto para renegociar a data de vencimento ou propor um parcelamento da dívida. No último caso, aceite o pagamento de parte do valor, desta forma você não fica no prejuízo total.