Entendendo Chargeback e como fazer para evitar

Juntamos informações sobre esse termo e dicas de como não passar por transtornos com o cancelamento de cobranças online via cartão.

Realizar compras online traz uma praticidade tanto para o comprador que não precisa se deslocar para encontrar aquilo que deseja, quanto para o lojista que não arca com custos de lojas físicas para o seu negócio.

Oferecer as modalidades de pagamento via cartão de crédito e débito são sempre requisitadas, devido a possibilidade de parcelamentos e rapidez na confirmação da compra, além de muitas pessoas já não terem a disponibilidade de comparecer em bancos físicos e terem os seus cartões à mão sempre que necessário. Entretanto, em alguns casos podem ocorrer cancelamentos por parte do comprador, gerando frustrações para o seu negócio.

Chargeback: termo em inglês que significa estorno, acontece quando esse processo de cancelamento é solicitado pelo cliente, nos pagamentos via cartão de crédito ou débito. Este caso geralmente ocorre quando o comprador não reconhece o produto ou serviço comercializado ou desistiu do negócio ofertado.

Mesmo que seja involuntário, o responsável pela venda arca com os custos referentes ao cancelamento.

Existem algumas formas de evitar que ocorram estes casos com frequência:

Ofereça pagamento via boleto bancário como alternativa

As transações via cartão de crédito estão cada vez mais predominantes no mercado. Entretanto, disponibilizar boleto bancário pode ajudar o seu negócio a diminuir os riscos de não ter a cobrança efetivada com sucesso.

Através do boleto, o seu cliente também pode obter mais informações sobre a compra, pelo demonstrativo, além de encontrar outras formas de entrar em contato com o vendedor, através dos canais de comunicação disponibilizados (e-mail, telefone. site etc.).

Mesmo que a opção de boleto diminua as chances de ocorrer estorno, elas não eliminam a possibilidade do seu cliente desistir do pagamento da cobrança ou tente realizar o pagamento após o vencimento e a cobrança não possuir mais instruções para recebimento.

Utilize um sistema de pagamento online

A utilização de um facilitador de pagamento também é uma forma eficaz de evitar casos de estorno. A F2b, por exemplo, utiliza recursos de anti-fraude para diminuir ao máximo o risco de chargeback e maximizar as aprovações de suas vendas.

Forneça uma comunicação aberta e clara sobre o seu serviço ou produto

Quanto mais informações os seus clientes tiverem do seu ramo de atividade, produto ou serviço,maiores as chances deles confiarem no que você está ofertando e em você mesmo.

Como muitos casos de Chargeback ocorrem quando o comprador não reconhece o que está sendo cobrado, é sempre útil que ele reconheça facilmente o pagamento que realizou. Em alguns casos, o cliente pode achar que está realizando o pagamento para um local, porém acontece do vendedor utilizar alguma intermediadora de pagamentos, como a própria F2b, e ficar receoso sobre a validade do pagamento.

Pensando também em formas de diminuição de Charceback, quando um pagamento é processado pela F2b, na fatura do cartão do comprador sempre irá aparecer “F2b*NomeDoLojista”.

Essas e outras dicas, você encontra aqui.