A rotina empreendedora não é fácil… Afinal, administrar uma pequena empresa não é brincadeira de criança. A responsabilidade é ainda maior do que quando você era empregado ou freelancer, pois a tomada de decisão está exclusivamente em suas mãos. Para ter sucesso, um dos pontos principais da sua jornada de empreendedor é ter foco e clareza no planejamento estratégico na gestão empresarial.

Nós já comentamos sobre a importância do planejamento em micro e pequenas empresas, está lembrado? Ficou claro que ele é fundamental para garantir a evolução do seu negócio, pois fornece dados e informações valiosas sobre processos internos, mercado de atuação, público-alvo e concorrência, possibilitando a identificação de oportunidades e ameaças, bem como o estabelecimento de metas e o desenvolvimento de ações.

Se você está em busca de um modelo de planejamento estratégico ideal, aproveite para consultar esses 5 passos que te ajudarão a criar um plano inicial. Mas continue lendo este post para saber quais erros comuns devem ser evitados durante a criação do planejamento empresarial:

  • Não definir metas e objetivos claros no planejamento estratégico na gestão empresarial

Errar na definição de metas e objetivos pode fazer com que o planejamento como um todo seja falho. E para estabelecer metas e objetivos consistentes, é preciso antes de mais nada estudar a realidade da empresa e o contexto socioeconômico no qual ela está inserida. Onde você quer chegar precisa estar alinhado com as possibilidade da sua empresa (a curto, médio e longo prazo) e ao panorama do mercado.

guia para o sucesso dos empreendedores

  • Não priorizar

Quando muitas opções nos são apresentadas, fica difícil escolher o que deve ser feito primeiro e corre-se o risco de estagnação. Por isso é fundamental estabelecer prioridades: quais ações devem ser priorizadas para alcançar resultados mais eficazes? Tenha foco e não desperdice os recursos de sua empresa.

  • Subestimar a importância de analisar os concorrentes

Muitos empresários subestimam sua concorrência por acreditarem muito nos diferenciais de sua própria empresa – acham que, por oferecem um produto/serviço melhor ou um pouco diferente, não precisam se preocupar com o que os outros estão fazendo. Isso é um erro que pode custar a sua vantagem competitiva. Então fique sempre de olho!

  • Não contemplar a gestão financeira no planejamento

O plano define os rumos dos negócios: metas, ações, campanhas… Mas tudo isso traz custos para a sua empresa, certo? Não adianta ter uma super ideia e gastar seu tempo na elaboração, para somente depois perceber que não terá dinheiro para executá-la. O seu planejamento só será verdadeiramente estratégico se andar lado a lado à gestão financeira.

  • Não contemplar as ações de comunicação e marketing no planejamento

As empresas que estão no processo de criar um plano de negócios muitas vezes deixam a comunicação e o marketing para o futuro, por acreditarem que não são essenciais para as organizações jovens ou de pequeno porte. Tsc tsc, se você fizer isso poderá estar perdendo uma bela chance de crescer e/ou aumentar seu ticket médio de vendas. Tudo bem se você não tiver capital para uma propaganda na TV, mas não pode deixar de criar um site e um perfil nas mídias sociais.

  • Guardar o plano somente para si

Se a sua empresa tiver mais funcionários, é imprescindível que você compartilhe o planejamento com eles. Afinal, a equipe deverá estar unida para que possam alcançar os objetivos em comum, e isso só será possível se todos forem comunicados sobre eles.

  • Falta de acompanhamento

Ótimo, seu plano ficou pronto! Agora é só colocar na gaveta e deixar que ele se desenrole sozinho. Pois é, como você deve ter imaginado, não é assim que as coisas funcionam. Depois de concluído, é preciso colocá-lo em prática e acompanhar a execução de perto!

O planejamento, além de ser uma peça fundamental de sua estratégia competitiva, te dará a segurança que você precisa em momentos difíceis, guiando as decisões mais importantes da sua empresa.