Abrir um negócio durante a crise não é aconselhável, pois o período de instabilidade econômica traz muitos riscos para os novos empreendedores.”

Você concorda com essa afirmação? Nós discordamos. Não deixe que argumentos como esse adiem o seu sonho de empreender! A recessão, diferente do que muitos pensam, pode ser um ótimo momento para começar o próprio negócio – a mesma crise que significa dificuldades para alguns, representa oportunidades para outros.

Sabia que grandes organizações como a IBM, General Motors e Disney nasceram durante períodos de depressão econômica? Não estamos querendo dizer que esse ambiente não é desafiador, mas sim que também existem vantagens, como o incentivo à produção nacional devido à alta do dólar e facilidades de financiamento, por exemplo.

Preparado para as dicas de como abrir um negócio durante a crise? Veja agora como fazer a sua pequena empresa deslanchar em tempos de crise:

Estude o mercado

Conhecer profundamente o mercado no qual você pretende atuar é uma regrinha básica do empreendedorismo, contudo ela se torna ainda mais importante quando encaramos um cenário de incertezas. Não dá para começar nada com base em “achismos”, por isso é preciso entender e avaliar o mercado e o público-alvo antes de colocar sua empresa para funcionar.

Faça um planejamento estratégico empresarial

Ter boas ideias, determinação e foco é fundamental, porém nenhuma empresa deve começar sem um planejamento inicial. Ele é necessário para criar a identidade do seu negócio, definir objetivos e metas, delimitar seus pontos fortes e fracos, identificar ameaças e oportunidades e fornecer um panorama da concorrência.

Sua microempresa precisa de um plano para poder crescer, mas isso não significa que você ficará limitado a seguir um único caminho – o trajeto pode e deve ser monitorado, revisado e ajustado sempre que preciso.

Não tenha medo de inovar

A crise gera novas necessidades, o que acarreta na mudança do comportamento de compra dos consumidores. Modelos de negócio ou produtos/serviços inovadores podem ser a resposta para as novas demandas do mercado, fazendo com que a sua empresa se destaque perante as demais. Inovar não é somente uma recomendação, mas sim um fator valioso em sua estratégia competitiva durante uma crise.

Contrate uma equipe qualificada

Como muitas empresas precisam cortar gastos e optam pelas demissões, a disponibilidade de talentos aumenta. Profissionais qualificados, antes indisponíveis, voltam ao mercado a procura de recolocação. Essa é a sua chance de montar um grande time!

Quer abrir um negócio durante a crise? Então, reduza os custos iniciais

Não é uma obrigatoriedade investir muito dinheiro para dar o pontapé inicial em sua empresa. Alguns custos como aluguel, equipamentos e até contratação de funcionários podem ser deixados para uma segunda etapa. Colocar o seu produto/serviço no mercado durante alguns meses, como teste, pode ser mais vantajoso do que ampliar as operações e se responsabilizar por custos fixos logo no início.

Percebeu que não existe incompatibilidade entre o sucesso e a crise? Basta descobrir as melhores formas de atuar para que eles virem aliados. Além disso, lembre-se de que quando uma empresa entra em estado de retração, ela abre um espaço no mercado que pode ser ocupado por você.

Remar contra a maré realmente não é fácil, mas é possível encontrar muitas recompensas quando o seu destino for alcançado! Viu como não é tão impossível assim abrir um negócio durante a crise? Invista agora mesmo nesse sonho e torne-o realidade.

guia para o sucesso dos empreendedores