Realizar adequadamente o controle financeiro é uma das principais preocupações das micro e pequenas empresas. Afinal, se a gestão financeira for ineficaz, talvez a sua história de empreendedorismo seja mais curta do que deveria.

Como queremos que ela seja longa e de sucesso, abordaremos neste post algumas ferramentas que podem ser utilizadas para gerir as finanças de sua empresa. Vamos começar pela planilha de controle de caixa, que costuma ser a primeira opção que vem à cabeça dos empresários.

Criar uma planilha é fácil, como já explicamos no texto Controle financeiro, planilha financeira e outros métodos de gestão para pequenas empresas”. Desde que você não se esqueça de abastecê-la, ela atenderá às necessidades de monitoramento das finanças em organizações de pequeno porte.

Contudo, antes de optar por utilizar somente esta ferramenta, é preciso entender que ela requer muita organização e disciplina. Para que funcione, será necessário inserir os dados diariamente, sempre que houver alguma movimentação em suas receitas ou despesas. Além disso, como o abastecimento da planilha é feito de forma manual, existe o risco de que aconteçam erros humanos, o que pode gerar prejuízos no caixa da empresa.

como fazer o controle financeiro da sua pequena em

Caso você prefira não arriscar, uma boa alternativa é contratar um serviço automatizado que, quando usado junto à planilha, facilita muito o controle financeiro. Estamos falando dos intermediadores de pagamento, através dos quais é possível exportar os dados da receita de vendas para a planilha sem ter que inserir manualmente cada pagamento – eliminando assim a possibilidade de erros, reduzindo a probabilidade de inadimplência e ainda garantindo a escalabilidade do seu negócio.

Essas plataformas oferecem múltiplos benefícios, uma vez que além da gestão do fluxo de caixa da sua organização (o usuário pode criar, enviar e administrar cobranças), ainda permitem que os clientes realizem o pagamento no ambiente online, o que muitos podem considerar um grande diferencial.

Em suma: dependendo do volume de caixa e de sua habilidade de organização, a planilha financeira é uma opção viável. Contudo, se quiser evitar dores de cabeça, contratar um serviço de pagamentos online para ajudar no abastecimento da planilha é uma alternativa mais segura e confiável!