Durante a crise, o desemprego obrigou muitas pessoas a repensarem suas trajetórias profissionais. No aperto, abrir um pequeno negócio foi a saída encontrada por muita gente.

Se você também quer concretizar o sonho do negócio próprio: seja uma consultoria, um pequeno café ou um e-commerce, é importante planejar a abertura da sua empresa.

Para te ajudar, nós listamos algumas perguntas que você deve se questionar.

Qual o diferencial do seu produto ou serviço?

Para destacar-se perante o mercado é importante oferecer aos clientes algo que lhes seja valioso. Um sabor diferente. Um atendimento mais próximo. Ou uma inovação tecnológica.

Qual seu público-alvo? E qual seu perfil de consumo?

Atualmente o consumo se dá muito mais por afinidade do cliente pelo produto oferecido. Quem quer atingir todo mundo, acaba atingindo ninguém. Segmente seu público potencial e pesquise seus hábitos de consumo. Converse com as pessoas. Não adianta vender brigadeiro na porta da academia.

Quem são seus concorrentes? Como eles atuam?

Acredite, a concorrência pode trazer boas ideias sobre a sua forma de atuação. Pesquisar a concorrência é uma forma de visualizar fortalezas e fraquezas do ramo escolhido.

Que condições externa impactam seu negócio?

Seu negócio pode precisar se adequar a uma nova lei. Que taxas e impostos incidem sobre seu negócio? Por exemplo, se você decidiu trabalhar com produtos importados, a variação cambial pode afetar diretamente o seu lucro. Ou então você quer criar um aplicativo, lembre-se que será necessário fazer uma atualização sempre que houver uma nova versão de um sistema.

Que ferramentas poderiam otimizar seu negócio?

Hoje, existem diversas ferramentas à disposição dos microempresários que vão facilitar o dia a dia da gestão do negócio, como uma solução de pagamento online ou um sistema para gerenciar vendas. Não pensem que isso se limita a grandes empresas, existem opções no mercado ideais para a necessidade e o bolso no pequeno empresário.

Quanto eu posso investir?

Defina sua verba e controle seus investimentos. Muitos empresários se perdem por não conseguirem fazer a gestão financeira de suas empresas. Sua margem de lucro está muito pequena? Repense o valor cobrado ao cliente. A estrutura da sua loja está muito grande, reveja sua prateleira de produtos.
Anote suas respostas em um mural e repense sempre que for necessário. É muito comum ter que traçar uma rota durante o percurso, mas é importante ser flexível e persistir.